Histórico da Missão Paz

A Missão Paz tem suas origens em 1939 com o estabelecimento dos Missionários de São Carlos - Scalabrinianos - na região do Glicério, no centro de São Paulo, com o objetivo de apoiar a comunidade migrante de italianos.

Ao longo das décadas seguintes, os Scalabrinianos expandiram sua missão para apoiar migrantes internos, além de migrantes de diferentes nacionalidades e refugiados.

Marcos do desenvolvimento da Missão Paz:

Construção da Igreja Nossa Senha da Paz

A igreja foi inaugurada em 24 de março de 1940, com o lançamento de sua pedra fundamental em 20 de outubro do mesmo ano.

1940

Fundação da Associação de Voluntários pela Integração do Migrante (AVIM)

Formada por um grupo de seminaristas e leigos voluntários, a AVIM inicia suas atividades no bairro do Ipiranga com cursos profissionalizantes para migrantes desqualificados recém chegados a São Paulo.

1974

Fundação do Centro Pastoral do Migrante

Com o objetivo de atender principalmente os exilados das ditaduras militares, D. Paulo Evaristo Arns, Arcebispo de São Paulo, convida os scalabrinianos a criar em 1977 um serviço especial de atendimento aos Imigrantes latino-americanos, chamado de Centro Pastoral do Migrante.l

1977

Início das atividades da Casa do Migrante

A partir da transferência da sede da Associação de Voluntários pela Integração do Migrante (AVIM) para a Igreja Nossa Senhora da Paz em 1978, o espaço passa também a acolher imigrantes desabrigados, oferecendo moradia e alimentação. É inaugurada então a Casa do Migrante.

1978

Transferência do Centro de Estudos Migratórios (CEM) para a Missão Paz

O CEM surgiu nos anos 70 a partir do interesse de seminaristas scalabrinianos em compreender o fenômeno das migrações internas que ocorria com intensidade naquele momento no Brasil. Mais tarde, em 1988, é fundada a Revista Travessia, onde artigos acadêmicos sobre a temática migratória são publicados. Após ocupar inicialmente o espaço do Seminário João XXIII, no bairro do Ipiranga, o CEM foi transferido em 1989 para o anexo da Missão da Paz.

1989

Início do trabalho das Assistentes Sociais

O atendimento no Centro Pastoral dos Migrantes passa a ser realizado por um assistente social responsável por realizar entrevistas, orientações e registrar atendimentos.

1994

Desenvolvimento do Programa Mediação

Após anos de experiência no apoio aos migrantes em São Paulo, em 2011 é desenvolvido o Programa Mediação, composto por uma equipe multidisciplinar preparada para atender demandas nos eixos de trabalho, saúde, educação, atenção à mulher e vida em comunidade.

2011

Criação do Centro Pastoral e de Mediação dos Migrantes - CPMN

O Centro Pastoral e de Mediação dos Migrantes surge em 2012 como a fusão das atividades do Centro Pastoral dos Migrantes e do Programa de Mediação.

2012

Lançamento da Radio Migrantes

A Webradio Migrantes foi lançada em julho de 2013, fruto de parceria entre a Rede Scalabriniana de Comunicação e a Missão Paz.

2013