Imigrante: Aprenda o Que é e Veja Exemplos Marcantes no Brasil

  • Post author:
  • Post category:Blog
Imigrante: Aprenda o Que é e Veja Exemplos Marcantes no Brasil
Imigrante: Entenda o que é + Exemplos no Brasil

Imigrante é o termo usado para denominar uma pessoa estrangeira que visa trabalhar e/ou residir em um determinado país. Essa residência pode ser temporária ou definitiva. A etimologia da palavra “imigrante” vem da união entre migrare (mudar de condição/residência) e in (para dentro). Esse texto visa abordar o que é imigrante, quem são os imigrantes no Brasil, quais são as diferenças entre emigrante, imigrante e refugiado.

Imigrante - Imigrantes atravessando a fronteira Fonte Agência Brasil EBC
Imigrante – Imigrantes atravessando a fronteira (Fonte: Agência Brasil EBC)

 

O que é Imigrante?

Imigrante é o termo usado para denominar uma pessoa estrangeira que visa trabalhar e/ou residir em um determinado país. Essa residência pode ser temporária ou definitiva.

O que é imigrante - Imigrantes italianos no porto Fonte Ítalo Cidadania
O que é imigrante? – Imigrantes italianos no porto (Fonte: Ítalo Cidadania)

 

Qual é a história do Imigrante no Brasil?

É impossível falar da história da imigração do Brasil sem falar da diáspora africana, fenômeno de imigração forçada de africanos durante o período de tráfico de escravos. Em torno de 5 milhões de pessoas desembarcaram no Brasil nessas condições desumanas e essas pessoas são parte fundamental na história e cultura do país.
A população africana no Brasil trouxe modos de vida, culturas, práticas religiosas e modos organizacionais de política que influenciaram substancialmente a construção do Brasil.
A principal fase da história dos imigrantes não forçados no Brasil ocorreu no século 19 e na primeira metade do século 20. E quem era o imigrante nessa época? Em teor quantitativo, destacam-se os imigrantes portugueses, italianos, espanhóis, japoneses e alemães.
Os imigrantes que vieram para o Brasil tinham como principal intuito, inicialmente, explorar terras oferecidas pelo governo brasileiro. A maioria das terras oferecidas eram no sul do país.
Após a suspensão e abolição do sistema escravista, os grandes fazendeiros, juntamente com o governo, incentivaram a vinda de mão-de-obra para as plantações de café – maior produto de exportação do Brasil na época -, nessa fase, o imigrante que chegou no Brasil, costumava se estabelecer no estado de São Paulo.

Imigrante - Imigrantes em colheita de café Fonte G1
Imigrante – Imigrantes em colheita de café (Fonte: G1)

 

Os momentos de pós-guerra também foram importantes para o crescimento dos imigrantes no Brasil, trazendo trabalhadores e refugiados de outras nacionalidades, tais como poloneses, judeus, russos e chineses. A partir dos anos 1960, bolivianos e coreanos começaram a emigrar de seus países para vir ao Brasil.
Na última década, a imigração no Brasil voltou a crescer. Somente entre 2010 e 2015, a população imigrante no Brasil cresceu 20%, destacando-se os haitianos, bolivianos, colombianos e venezuelanos. Apesar desse crescimento, a porcentagem de imigrantes no Brasil em relação à população nacional é de 0,4%.
Apresentado em 2019, o Relatório Anual do Observatório das Migrações Internacionais mostra que, de 2010 a 2018, 774,2 mil imigrantes foram registrados no Brasil. Quando o assunto é imigrante de longo termo (que está no país há mais de um ano), o número chega a 395,1 mil.
O imigrante haitiano é relevante nesses números e compõem a maioria no mercado de trabalho brasileiro. O imigrante venezuelano é destaque como maior número em termos de fluxo migratório em 2018.
Com esses dados, é certo dizer que o migrante do hemisfério sul é o novo imigrante no Brasil, diferentemente de como era no passado (europeus e japoneses).

 

Qual é a diferença entre Emigrante e Imigrante?

A diferença entre emigrante e imigrante é simples. A emigração é o movimento de saída do país de origem. Já a imigração é a ação proporcionalmente inversa, é o movimento de chegada no país estrangeiro, então, nesse lugar recém chegado, a pessoa ou grupo será imigrante.
Logo, emigrantes e imigrantes são a mesma pessoa, o que muda é o ponto de vista. Os emigrantes de um lugar são imigrantes em outro. Podemos citar como exemplo o imigrante que chegou no Brasil: ele é imigrante no Brasil, mas em seu país de origem é emigrante.

Emigrante e Imigrante - Imigrantes haitianos em São Paulo. fonte R7
Emigrante e Imigrante – Imigrantes haitianos em São Paulo. (fonte: R7)

 

Qual a diferença entre Imigrante e Refugiado?

Entender e descomplicar a diferença de Imigrante e Refugiado é importante pois são dois termos cada vez mais usados hoje em dia, mas às vezes confundidos.
Imigrante é o termo usado para denominar uma pessoa estrangeira que visa trabalhar e/ou residir em um determinado país. Essa residência pode ser temporária ou definitiva.
Refugiado, segundo a Convenção de Genebra de 1951 (normativa que inaugura o Direito Internacional dos Refugiados), o Protocolo de 1967 e a Declaração de Cartagena de 1984, é aquele que está fora de seu país por “fundados temores de perseguição devido à sua raça, religião, nacionalidade, associação a determinado grupo social ou opinião política (…)”, como também devido à grave e generalizada violação de direitos humanos e conflitos armados. Em síntese, todo refugiado é um migrante, mas nem todo migrante é um refugiado.

Apoio ao Imigrante e Refugiado no Brasil

Sair do seu lugar de origem é também deixar seu trabalho, casa, cultura, amigos e familiares. Essa experiência, principalmente no caso dos refugiados, pode ser dolorosa e capaz de gerar conflitos e prejuízos à saúde psicológica.
O imigrante e o refugiado também acabam enfrentando barreiras culturais e de comunicação, dependendo da língua. Segundo o Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR), a principal dificuldade enfrentada por refugiados no Brasil é o acolhimento.
Para que isso seja modificado, torna-se crucial facilitar o acesso do imigrante e refugiados à informação, através de linguagem e burocracias acessíveis. A ação de aprendizado passa também pelos campos do afeto, acolher esse imigrante pode ser uma via para tornar esse processo – que por si só é cheio de mudanças – mais simples.
O acesso à equivalência de certificado também são fatores que dificultam a vida do imigrante ao tentar ingressar no mercado de trabalho brasileiro. Essa brecha do Estado é muitas vezes suprida pelas ONGs, instituições e membros da organização civil.
Comunidades melhores estabelecidas também acolhem novas pessoas que chegam sem moradia. No Brasil, o imigrante e o refugiado podem contar com algumas organizações. É o caso do CONARE, Comitê Nacional para os Refugiados, que, dentre outras atribuições, recebe solicitações de refúgio.
Na cidade de São Paulo, a Missão Paz presta apoio e acolhimento a imigrantes e refugiados.

Imigrante - Imigrantes Haitianos mostram Carteira de Trabalho brasileira Fonte Istoé
Imigrante – Imigrantes Haitianos mostram Carteira de Trabalho brasileira (Fonte: Istoé)

 

Imigrante e Refugiado: Conhecendo a Missão Paz

Pertencente aos missionários Scalabrinianos, a Missão Paz atua em favor do público migrante desde os anos trinta do século XX. Ao longo de sua história, ela recebeu italianos, vietnamitas, coreanos, chilenos, bolivianos, paraguaios, peruanos, congoleses, angolanos, nigerianos, colombianos, haitianos, venezuelanos, entre tantos outros povos do mundo.
Atualmente, a instituição atende indivíduos de mais de 132 nacionalidades. A Missão Paz é membro de uma rede internacional de incidência política em favor dos migrantes e refugiados, com assento consultivo na Organização das Nações Unidas, a Scalabrini International Migration Network (SIMN).